Pesquisa

Carregando...

quarta-feira, 15 de junho de 2011

A fé humana e a divina

Objetivos: Levar as crianças a sensibilizar-se para o estudo a respeito da fé, um sentimento que nasce com o espírito.

Sensibilização: Uma gravura das curas de Jesus
Perguntar às crianças: Por que foi possível Jesus curar essas pessoas?
         Porque além do mérito, todos confiavam, acreditavam, tinham fé de que poderiam ser curados.

§ O que é fé? (Ouvir as crianças e explicar conforme a sua faixa etária)
Segundo a concepção geral, seria delegar a alguém de muito poder, o requerimento para fazer o que nos competia fazer. Segundo a Doutrina Espírita, é sentimento instintivo que nasce com o Espírito. Crença inata. A fé, sendo crença inata, precisa ser desenvolvida.

§ Qual o papel da prece na expressão da fé?
A Prece é um Instrumento de: Orientação, Fortalecimento, Resistência, Sustentação nas lutas, Encorajamento, Segurança, Convívio com os bons espíritos, Melhora moral e Alegria.
A prece é esse grande bem que Jesus nos ensinou para consolidar a fé e a ideia de Deus.

 

Cantar a musica: FÉ

Fé, Fé, Fé, de um grãozinho de mostarda.
É, É, É, no coração que se guarda.
Fé, Fé, Fé, para ser bem aplicada.
Tem, Tem, Tem, que ser exercitada.

História: Fé Humana e Fé Divina

Fig. 1 – Bruno é o irmão de Cláudia. Ele parece muito doente. O que será que ele tem?
Bruno está com uma forte crise de bronquite e quase não consegue respirar. Já é tarde e mamãe deu o remédio que o médico mandou, mas Bruno ainda não melhorou.
Mamãe e Cláudia estão muito preocupadas.
Cláudia até chorou com medo que o irmão não ficasse bom. Mamãe diz que vai usar um remédio que sempre dá certo nessas horas.
Fig. 2 – Mamãe diz a Cláudia para ficar calma e ir dormir. Mas recomenda:
- Cláudia, não se esqueça de rezar antes de dormir e confiar muito de que Deus há de nos ajudar.
- Para que, mamãe? O Bruno já está doente mesmo, não tem mais jeito, não! Diz Cláudia.
- Tem jeito sim, Cláudia. Tem que rezar, ter fé, para pedir a Deus que ajude seu irmão a melhorar – responde a mãe.
Fig. 3 – Cláudia vai para o seu quarto. Mas a mãe volta ao quarto do filho para ver como Bruno está. Bruno continua passando mal. Mamãe fica ao seu lado e reza pedindo a Deus que “tome conta” de Bruno, pois ela acredita que ele vai melhorar. Um pouco depois Bruno consegue dormir. Mamãe fica mais tranquila e vai ver se Cláudia também já conseguiu dormir.
Cláudia ainda está acordada, porque não consegue rezar pelo irmão. A mãe a orienta a pensar em Jesus e fazer o seu pedido com fé, com confiança,  porque com certeza Jesus vai ajudar Bruno. As duas fazem a prece. Quando acabou de rezar Cláudia disse para mãe:
- Tenho fé, que Bruno vai melhorar.
Ela e mamãe ficaram mais tranquilas depois da oração.
Fig. 4: No dia seguinte Bruno acordou bem melhor
- Oi! Bruno! Que bom que você melhorou! O que é que você quer? – Perguntou Cláudia
- Eu quero te contar uma coisa muito estranha que aconteceu comigo ontem. – Falou Bruno
- Ontem?! – Cláudia disse espantada - Mas ontem você estava doente, nem saiu da cama!
- É por isso mesmo que é estranho. – Bruno respondeu - Mas olha quem chegou! É a mamãe
E Bruno vai logo contando para a mãe.
- Mamãe, quando você estava rezando aqui ao lado da minha cama, eu estava de olhos fechados, mas eu vi uma coisa que aconteceu! Eu vi um velhinho de barba branca aparecer do seu lado. Ele era todo iluminado. Ele ficou parado um tempo, depois olhou bem para mim e botou a mão na minha testa e no meu peito, depois ele colocou a mão na sua cabeça, pensou... e aí... ele sumiu. Eu não vi mais ele, só acordei agora.
- Os amigos espirituais ouviram a nossa prece – falou a mamãe.
Mamãe começa então a explicar a importância da prece e como a nossa fé auxilia ao trabalho desses amigos espirituais
Fig. 5 – O nosso pensamento voa pelo ar, fortalecido pela nossa fé e confiança em Deus e nos amigos espirituais, e assim encontra o pensamento do nosso amigo espiritual. Vocês sabem como é que o Amigo Espiritual faz para responder a nossa prece?
- O pensamento dele tem muita força e com o pensamento forte, com a fé,  ele consegue fazer muitas coisas.
- Quando também confiamos em Deus, damos força ao nosso pensamento, ou seja, quando temos fé, esse pensamento fica forte e os amigos espirituais a mando de Jesus vem em nosso auxílio.
- Quando vamos na Casa Espírita, na hora do passe, a gente faz a prece pensando em Jesus e nos nossos Amigos Espirituais e pede que eles nos ajudem a ter saúde e alegria. Os amigos Espirituais, pela força do pensamento deles, fazem sair uma energia pela mão do médium que dá o passe, e essa energia vai para a água e vira remédio, entra pelo nosso corpo e trata da nossa doença. É assim que acontece. Foi assim que o amigo espiritual nos ajudou ontem à noite. Com a confiança em Deus conseguimos muitas coisas.
Bruno estava surpreso com todas as informações e perguntou:
- Quer dizer que tudo o que a gente pensa chega até o amigo espiritual?
- Não! Para chegar até o amigo espiritual o nosso pensamento precisa ter força.
- Como é que a gente dá força ao pensamento:
Mostrar um cartaz que ensina a dar força ao pensamento (fig.6)
Será que todo mundo faz o que está no cartaz?

Agora que vocês já sabem que é preciso também fazer a nossa parte, confiando em Deus, acreditando que somos capazes de mudar e nos tornarmos pessoas melhores, que todos esses recursos nos encontramos aqui nas aulas de evangelização, com os ensinamentos de Jesus. Vamos então conversar sobre o que aprendemos com a história:

o   Se você estivesse doente, gostaria que o seu Amigo Espiritual ajudasse a mamãe, a saber, o que fazer para você melhorar?
o   Você gosta de beber a água fluidificada?
o   Você já tomou passe ou água fluidificada quando esteve doente?
o   E melhorou?
o   O que é preciso para conseguirmos alcançar todos esses benefícios?
o   Você acha difícil “ouvir” o Amigo Espiritual, pelo pensamento, quando você faz a prece?
o   Você acha difícil seguir o que diz o cartaz? Por que?
o   O que fazer para vencer essas dificuldades?
o   Vamos treinar o que diz o cartaz?

Opção para 7 a 10 anos. 

Estudo/Atividade: 
O evangelizador deverá comentar concomitantemente cada questão (sentimento / faculdades / vontade /Jesus / querer / fé/ divina/ necessidades / homem/ objetivo / vida / ações / vencidas).

 
Sou:_______________________________________       

A – Vamos preencher as lacunas consultando o banco de dados abaixo.

Jesus
Necessidades
Vencidas
---------
Homem
Ações
Faculdades
Vontade
Vida
Sentimento
Objetivo
Querer
Divina

1-      A fé é o _____________ inato no homem.

2-      A fé é a consciência que ele tem das __________ imensas.

3-      A fé vai desabrochando no homem e crescendo pela sua ________ atuante.

4-      ______ nos mostrou o que podemos realizar quando temos fé, ou seja, a vontade de______.

5-      A ______ é humana ou __________conforme o homem aplicar suas faculdades às _____________ terrestres ou às suas aspirações celestes e futuras.

6-      O______ triunfa se tem fé, porque sente em si que pode e deve alcançar seu ________.

7-      O homem de bem que, crendo no seu futuro celeste, quer preencher sua _____ com nobres e belas ________.

8-      Com a fé não há más tendências que não podem ser ________.



B – Agora encontre as palavras do banco de dados no caça-palavras.


Q
W
J
E
R
T
Q
U
E
R
E
R
G
H
E
J
K
L
Ç
P
O
I
U
Y
F
D
S
O
B
J
E
T
I
V
O
S
B
V
U
C
X
Z
H
O
M
E
M
A
N
M
S
E
N
T
I
M
E
N
T
O
V
V
E
D
C
W
S
X
Q
C
A
Z
O
F
R
B
G
T
D
N
H
I
Y
M
N
E
C
E
S
S
I
D
A
D
E
S
T
P
O
L
I
K
V
I
D
A
U
J
A
C
S
W
E
R
I
Y
H
S
O
T
D
A
Ç
O
E
S
N
Ç
F
S
G
V
E
Á
É
E
D
F
A
T
Y
B
F
F
F
A
C
U
L
D
A
D
E
S
B
É

Um comentário:

  1. onde encontro as figuras citadas? Micheli

    ResponderExcluir