Pesquisa

Carregando...

sábado, 8 de outubro de 2011

As três revelações: Moisés / Cristo / Espiritismo

Objetivo: Conhecer as três revelações e a interação que há entre elas.

Refletir acerca dessas ideias para avaliar sua importância e valorizar os benefícios, para reconhecer o Espiritismo como o cumprimento da promessa de Jesus de enviar um Consolador.

Texto de apoio pra o evangelizador:
      A lei do Antigo Testamento teve em Moisés a sua personificação: a do Novo Testamento tem na do Cristo. O Espiritismo é a terceira revelação da Lei de Deus.
      O Espiritismo desenvolve, completa e explica, em termos claros e para toda gente, o que foi dito apenas sob forma alegórica, pelo Cristo.
       Vem cumprir, nos tempos preditos, o que o Cristo anunciou e preparar a realização das coisas futuras.
     Jesus promete outro Consolador: O Espírito de Verdade, que o mundo ainda não conhecia por não estar maduro para compreender, consolador que o Pai enviará para ensinar todas as coisas e para relembrar o que o Cristo há dito.
     O Espiritismo vem relembrar a promessa do Cristo. Vem trazer a consolação suprema aos deserdados da terra e a todos os que sofrem, atribuindo causa justa e fim útil a todas as dores. Moisés abriu o caminho, Jesus continuou a obra, o Espiritismo a concluirá.

Sensibilização: Apresentar a figura de: Moisés, Jesus e Allan Kardec (representando a Doutrina Espírita)
Perguntar se as crianças conhecem sobre cada figura e a sua importância para todos nós. O que aprendemos com essas pessoas. Qual foi a missão de cada uma delas.

Estudo: Teatro de Fantoches

Evangelizador: Esse é o Rafael, ele frequenta a evangelização de uma Casa Espírita igual a nossa. E hoje ele aprendeu na evangelização sobre o Amor ao próximo.
Rafael: Oi crianças, vocês sabem o que é Amar ao próximo? Quem foi que ensinou isso a todos nós? (ouvir com atenção as crianças)
Eu aprendi com Jesus, nas minhas aulinhas de evangelização, que não se deve fazer aos outros o que a gente não gosta que façam conosco. Por isso, eu agora não brigo mais com os meus amigos e nem arrumo mais confusão. Até os meus amigos notaram como eu mudei, depois que passei a prestar atenção nas aulas da evangelização.
Evangelizador: Que bom Rafael, acho que agora você está usando na sua vida o que você está aprendendo na evangelização. Sua mãe deve estar muito feliz com você.
Rafael: Minha mãe também me ajuda muito em casa, ela tem um livro igual a esse que nós estamos estudando hoje (ESE). Nesse livro nós aprendemos os ensinamentos de Jesus. Foi nesse livro que eu descobri que Jesus disse que não nos deixaria só, que ele ficaria conosco para sempre e enviaria um Consolador. Vocês sabem quem é esse consolador? (ouvir as crianças)
Evangelizador: Será que Jesus mandou mesmo esse Consolador?
Rafael: Claro que mandou tia, senão o que nós estaríamos hoje fazendo aqui? O Consolador é a Doutrina Espírita que o Sr. Allan Kardec organizou para todos nós: (apresentar os livros da codificação: LE/LM/ESE/CI/ Gênese)

Entendendo a história:
- Vocês prestaram bastante atenção à história de Rafael? Então responda:
- Rafael vivia fazendo confusão nas aulas de evangelização, por que será?
- Vocês conhecem crianças que fazem bagunça nas aulas de evangelização, está certo isso? Será que Jesus fica feliz com esse comportamento das crianças?
- Essas crianças que não se comportam, não ficam em silêncio na hora do passe e outras coisas mais, elas atrapalham as outras crianças que querem participar?
- Para que serve a aula de Evangelização, vocês sabem?
- Vocês gostam de participar da aula?
- Vocês acham importante vir ao Centro? Por quê?
- Vocês sabem que o Centro Espírita é um templo religioso, como uma igreja, que nós devemos respeitar?
- Vocês sabem qual é a nossa religião?
- Vocês sabem que o Espiritismo é a Terceira Revelação, o Consolador prometido por Jesus a todos nós?
- O que vocês têm aprendido nas aulinhas de evangelização tem ajudado na vida de vocês?

A Doutrina Espírita é o Consolador prometido por Jesus porque cumpre as promessas feitas por ele:
- Traz novos ensinamentos;
- Relembra e explica o que ficou esquecido ou não foi bem entendido;
- Consola os homens.

Falar para as crianças sobre a missão de Moisés, de Jesus e de Allan Kardec (o evangelizador deverá estudar o capítulo I do ESE)

Moisés – libertar o povo de Israel da escravidão no Egito; trazer a ideia do Deus único.

Jesus – trazer a ideia de que Deus é Pai; amor ao próximo; vida espiritual acima da material, etc.

Allan Kardec – trouxe a consolação através dos ensinos dos espíritos; reforçou os ensinamentos de Jesus, renovando o Cristianismo.

Concluir que:
* A característica de qualquer revelação tem de ser a verdade.
* Neste caso, a revelação é sempre feita a homens designados, sob o nome de profetas ou messias.
* A humanidade da era cristã recebeu a grande revelação em três aspectos essenciais: Moisés trouxe a missão da justiça; Jesus a revelação insuperável do Amor e o Espiritismo, com o Cristianismo Redivivo, trás por sua vez, a sublime tarefa da verdade.
* O Espiritismo se propõe a revelar tudo aquilo que Jesus não pode dizer naquela época, devido a pouca maturidade espiritual de sua gente, ele, portanto, é obra do Cristo, que o preside e o acompanha. Codificado por Allan Kardec ( Hippolyte Leon Denizard Rivail ).

Atividade:
0/7 anos: pintar e colocar o nome de cada figura.

8/10 anos: Organizar junto com as crianças um código de conduta a ser adotado pelo grupo, contribuindo para que o Centro seja, realmente, um local onde esteja o Consolador prometido por Jesus.

Durante a aula de evangelização:
- Saber ouvir e esperar a vez de falar durante a aula de evangelização.
- Respeito aos evangelizadores, monitores, colaboradores e colegas.
- O respeito e silêncio na hora da prece.

Durante o passe:
- Respeito aos médiuns e aos Espíritos.
- Postura física e mental adequadas.
- Sintonia com os Guias Espirituais.

Nos horários livres:
- Respeito, ordem, disciplina durante os deslocamentos nas áreas livres.
- Cuidado com o vocabulário e o tom de voz.
- Conservar a limpeza dos banheiros, utilizando-os adequadamente: puxar a descarga, lavar as mãos, jogar papel no cesto de lixo.
- Usar apenas o material necessário (papel, água, sabonete, toalha de papel).

Trazer figuras que possam ilustrar esse código de conduta e depois de pronto deverá ficar fixado na sala (fazer em cartolina ou papel pardo).




2 comentários:

  1. gpstei muito da ideia.
    michelle bh-mg

    ResponderExcluir
  2. Obrigada, querida.
    Fique à vontade.

    ResponderExcluir